Linhas Maternas parte II

Linhas Maternas parte II

Antonio Celso Fortino – criador há mais de 30 anos; Ex – Presidente e Membro Vitalício do Conselho Deliberativo da ABCCH

Quando o criador Joris de Brabander decidiu utilizar o garanhão Nabab de Reve no cruzamento com a Ta Belle, jamais poderia imaginar que estava nascendo ali um cavalo medalhista olímpico.

Mundialmente conhecido como Glock`s London, mas registrado no nascimento como Carembar de Muze, este fenomenal garanhão foi medalha de prata nos jogos olímpicos de Londres e diversas vezes ganhador de torneios CSIO5*, foi vendido após os jogos olímpicos por 8.6 milhões de euros.
Ta Belle tem 6 filhos diretos saltando provas de 1.55/1.60 e 8 netos na mesma condição.

USHA VAN`T ROOSAKKER

Usha nasceu em 1997, pouco tempo de vida para consagrar tantos filhos no esporte. Isso se deve ao seu criador, que começou a utilizá-la na reprodução com 3 anos de idade. Aos 5 anos nascia uma filha dela, conhecida como Cella, mas com registro de nascimento de Centoia van t Roosakker com o garanhão Cento. Ela viria a se tornar em 2013, sob a sela do Britânico Ben Maher, campeão europeu por equipe e vice-campeão individual, além de inúmeras vitórias em CSI e CSIW.

Usha tem até o presente momento 3 filhos diretos saltando GPs e 12 netos na mesma situação, além de alguns garanhões aprovados, entre eles uma promessa do stud book Zangershaide Gorge Z (Kannan).

RATINA Z

No esporte Ratina Z ficou reconhecida mundialmente por ser a égua do século.

Sua qualidade foi comprovada pelos cavaleiros Piet Raijmakers e Ludger Beerbaum, responsáveis por 2 medalhas de ouro e uma de prata em olimpíadas.

Ludger também ganhou inúmeras provas de CSI e o mais importante Grand Prix do mundo, o de Aachen em 1996.

Na reprodução, Ratina Z teve apenas 8 filhos e 6 netos, ou seja, 14. Destes, 8 chegaram nas provas de 1.60.

O mais conhecido no momento é a montaria atual de Marcus Ehning, o garanhão Comme Il Faut (Cornet Obolensky).

Antes de Ratina Z morrer em 2010, o Sr Melchior, proprietário dela e do haras Zangersheide, investiu uma grande soma de dinheiro para fazer 3 clones dela, o que resultou em 3 fêmeas chamadas de Ratina Z Alpha, Ratina Z Beta e Ratina Z Gamma. Dois anos após o nascimento delas, Ratina Z Beta morreu e as outra duas hoje são doadoras de embrião no haras, tendo até o presente momento 17 filhos, o mais velho está completando 4 anos.

As três linhagens são muito importantes para a formação do cavalo de salto.

Ter acesso a elas garante uma probabilidade maior de sucesso na criação.

No Brasil existem pouquíssimos descendentes destas linhagens.

Para consultar pedigree consulte o site WWW.hippomundo.be

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho